Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

Uma Macaca na Cidade (7)

O NATAL NA CIDADE 

 

Há quem diga que o Natal tem muito mais brilho quando se tem uma “terra” onde ir passá-lo. Eu isso não sei, porque desde que sou gente que o meu Natal é passado na cidade… Mas, posso assegurar que nem por isso é menos Natal. 

 

O Natal na cidade são as iluminações nas ruas e o cheiro a castanhas assadas. São as enchentes nos centros comerciais e o caos no trânsito. São os transportes cheios de pessoas com malas (porque também há pessoas que vêm da aldeia passar o Natal à cidade!) e embrulhos. São mercadinhos com produtos artesanais. São coisas boas de comer por todo o lado. Ações de solidariedade que se multiplicam. São os sem-abrigo. É a solidão mais vincada nos olhos de quem todo o ano a tem por companhia… 

 

O meu Natal é e sempre será Família. O presépio, a árvore e cada vez menos presentes, mas cada vez mais gratidão e partilha. O meu Natal é a festa da escola do meu filho. O brilho nos olhos dele. As bolachinhas que fazemos em família para a professora. O meu Natal são muitos colos para a bebé Maria e sorrisos à lareira. 

 

Não se iludam, o verdadeiro Natal acontece dentro dos nossos corações. E à mesa. O meu Natal acontece à mesa, com bacalhau e borrego. Com as melhores azevias e coscorões que a vizinha do lado faz e nos oferece todos os anos. Com arroz doce da avó Maria e salada de frutas da mãe Alice. E com um bolo de aniversário partilhado por duas das pessoas do meu núcleo duro. 

 

O meu Natal cheira a açúcar e canela. E brilha entre tantos outros Natais da cidade. 

 

FELIZ NATAL (na cidade, na aldeia ou onde quer que se encontrem).

 

Logo Macaca.jpg

 

4 comentários

Comentar post

A Blogger

Sigam a Rapariga

Follow my blog with Bloglovin Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D