Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

Uma Macaca na Cidade (28)

Tottigol

 

No domingo passado, aos 40 anos de idade, Francesco Totti, o eterno capitão da equipa de futebol italiana AS Roma, despediu-se dos relvados.

thumbnail_IMG-20170528-WA0034 2.jpg

 

Dei por mim a chorar com Totti, a mulher, os três filhos e as mais de 50 mil pessoas que estavam naquele estádio.

 

Não só por ser um futebolista da minha geração, que marcou efetivamente uma geração – e um daqueles que é verdadeiramente como o vinho do Porto, tal como o Luís Figo, o David Beckam ou o Fabio Canavarro (suspiros!) –, mas também por ser italianos, já que sempre tive um especial carinho pela squadra azzurra, e o paradigma do romano (feio, porco e mau, mas em bom! – isto é um conceito um bocado incongruente, mas não sei explicar melhor…). Mas, muito especialmente, por encarnar aquele que é o verdadeiro espírito do “amor à camisola” tão raro no futebol e no mundo em geral, nos dias de hoje.

 

A carta de despedida, escrita pelo jogador, traduzida e publicada na íntegra pelo jornal Público AQUI é escrita com o coração, de peito aberto. Destaco esta parte: 

“Desculpem por não dar entrevistas para esclarecer os meus pensamentos, mas não é fácil apagar a luz. Tenho medo. E não é o mesmo medo que se sente quando se está prestes a bater um penálti. Desta vez, não posso ver o que está à minha frente como via pelos buracos da rede. Permitam-me que tenha medo”.

 

Que bonito e corajoso este assumir do medo… De Homem, mesmo! Ter medo é muito humano. Ser corajoso não é não ter medo, mas sim usar esse medo para crescer.

 

Totti dá-nos a todos uma lição muito grande de HUMILDADE e de LEALDADE, valores tão escassos nos dias que correm. Talvez por isso esta despedida mexa especialmente connosco.

 

São quase 30 anos dedicado ao mesmo clube, caramba! Parafraseando o jogador: “Maldito tempo!”, que passa tão célere…

 

“Estou orgulhoso e feliz de ter dado ao Roma 28 anos de amor. Amo-vos”, diz ele.

 

Nós também te amamos Totti!

 

roupa-para-bebs-na-fantasia-de-macaco-g-18919-MLB2

 

1 comentário

Comentar post

A Blogger

Sigam a Rapariga

Follow my blog with Bloglovin Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D