Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

Repetir cromos

Olá bom dia a quem ainda não se enervou com o chefe, no trânsito ou com os filhos queridos!  Pessoas calmas e ponderadas. Como gostava de ser como vocês! Entre não sei quantas refeições por dia, tpc's de férias da Páscoa, saltar à corda, jogar futebol, reuniões na escola ou até mesmo caça aos ovos, devo dizer que I'm still alive e os meus filhos nem sabem a sorte que têm por viverem em paz! 

 

Mas falemos de coisas de adultos (sem bolinha vermelha no canto superior direito, não se empolguem!). Escrevi o post que se segue há um ano mas, como se mantém atual, recordo-o hoje para aqueles que só agora começaram a seguir o blog. Cá vai então o cromo repetido: 

 

Antes de partilhar casa

Li algures por aí, numa revista semanal, que para se ter uma relação feliz, os casais não têm de obrigatoriamente partilhar casa. Uma cineasta canadiana está a rodar um documentário precisamente sobre este tema chamado "Apartners", em português é qualquer coisa como "parceiros à distância". E porque é que a senhora teve esta ideia brilhante? porque basicamente procurava um parceiro no amor, não um companheiro de casa, e porque ela e a sua cara-metade têm ritmos totalmente diferentes, quase incompatíveis debaixo do mesmo tecto! 

 

É precisamente neste ponto, de ritmos diferentes, que as moças casadoiras devem prestar maior atenção, a seguir ao amorrrrrr claro, só para evitar fazer muitas cedências ao longo da relação. Ao início pode ser tudo muito bonito mas depois, vai que o caldo entorna, e não há a mínima tolerância para os tais pontos que vos distinguem. Posto isto, aqui vai uma série de pequenos pormenores que, no decorrer da vida a dois, e na mesma casa, podem fazer toda a diferença:

 

 

Para o bem de todos, a mãe ensina a cozinhar!

Quando era miúda e ouvia a minha mãe lamentar-se que "não sabia o que fazer para o jantar" nunca imaginei que também eu fosse sofrer desse mal! Sim, é um mal na medida em que o meu stock de ideias e de receitas culinárias está a falecer. A Bimby já teve os seus tempos áureos e continua a ser muito útil diariamente, mas há dias que me sinto intolerante àquele ruído! Uma vez que tenho de pensar diariamente nas refeições de nós os quatro e confecioná-las a tempo e horas, a preguiça culinária tem mesmo de ficar para outras núpcias. Não há muita volta a dar. Basicamente é: ou cozinho ou cozinho! Perante este cenário horribilis, abençoada internet, onde recorro algumas vezes em claro desespero, não tantas vezes como deveria, porque para além da pobreza culinária também sei que me falta mão e paciência para a cozinha! Prefiro vê-la arrumada, limpa e de porta fechada de preferência! Mas nem tudo é do jeito que se quer, logo, vou ter de cozinhar para o resto da vida. É um facto! 😪

 

O que é que eu pensei ...  

"queridos, isto hoje vai ser chato para todos. Vamos TODOS cozinhar o NOSSO jantar, quem alinha nesta loucura?"

Acederam de imediato, nem pestanejaram! Sendo que adoram mexer em tudo o que é suposto ser só para os adultos, a minha ideia foi muito bem recebida! Eles tornaram-se mini chefs e eu uma espécie de orientadora pois bem vistas as coisas também ia jantar o que eles estavam a preparar! Para tornar tudo mais real dizia-lhes que o tempo previsto para fazer a refeição estava a terminar e ainda faltava empratar! Eles riam e gritavam. Histéricos!!! 😂Foi uma festa!

Collage_Fotor.jpg

Arroz de couve-flor com frango e pimentos.

 

Espreitem os pormenores da receita no blog A Pitada do Pai e aventurem-se a fazer em família. Pode ser bem divertido. Fica a sugestão para este fim de semana. 👌

 

Devo dizer que, para além da mini javardeira que se instalou na bancada e no chão da cozinha, o nosso jantar ficou maravilhoso.

Valeu a pena ver o entusiasmo dos miúdos e o orgulho no trabalho final! 

 

Agora querem que tire mais receitas da internet. Ui ... isto promete! Qualquer dia chego a casa e surpreendem-me com um belo banquete. 👩‍👩‍👧‍👦♥️

Fortalecer a relação logo de manhã!

Nada melhor que um estudo (e o que eu gosto de estudos!), daqueles mesmo sérios e cientificamente comprovados, para percebermos como anda a saúde da nossa relação amorosa. Se, por um lado, tem pernas para andar ou se o ponto final é a melhor solução! Refiro-me àqueles artigos que, por norma, dizemos que só lemos os títulos quando na verdade não é bem assim. Todos nós já abrimos links intitulados: "como salvar a sua relação numa semana", "dez sinais de que o seu casamento vai acabar" ou "como perceber se o seu parceiro a engana". 

 

Ora bem, há uns tempos bati com os olhos nesta compilação de conselhos para fortalecer a relação amorosa e, como o que tinha para fazer podia esperar, abri o link para ler o que dizia a revista Men's Health (edição americana) sobre um assunto tão delicado como este:

 

6 coisas simples que pode fazer logo pela manhã com o seu parceiro para fortalecer a relação: (e não, não está incluído fazer "o amor")

 

 

 

... comprava o Sporting!

Depois do que vi ontem, uma das minhas aquisições/loucuras, caso ganhasse o euromilhões, era oferecer o Sporting Clube de Portugal ao homem. Assim, não só ele era do Sporting, como o Sporting era dele. Dito assim causa grande impacto, certo?!!!!! Não seria uma linda manifestação de amor????

 

 

Isto porque, apesar de se saber, logo à partida, dos problemas que o Real Madrid iria causar ao Sporting, houve grande sofrimento cá em casa! Durante o jogo de ontem, eu fui dizendo, aos poucos e devagarinho, que o desempenho do Sporting estava a ser excelente, que levar pela frente com um Cristiano Ronaldo, Bale e Benzema fazia tremer qualquer jogador, que o Rui Patrício foi o melhor guarda-redes do Europeu e blá blá blá. De nada valeu. O nervoso miudinho pairava no ar. Estavam todos muito tensos, menos eu, que continuei a jantar como se nada fosse! Até a doce Maria, que é mesmo um doce, disse que lhe apetecia dizer uma asneira! Oi? O quê? Asneiras? Mas sabes asneiras? Quais? Claro que não lhe perguntei nada disto. Fiz-me de surda e voltei a olhar para o jogo... 

 

Bem, mas voltando ao euromilhões ... quer dizer ao Sporting ... Sei que comprar o seu clube de coração não retirava sofrimento ao homem mas, calculo eu, uma pessoa quando ganha o euromilhões fica excêntrica e só pensa em bom e em grande! Então, assim ficava eu. Excêntrica e uma espécie de primeira dama leonina. Até podia ser engraçado! O Sporting iria continuar a ser o Sporting. Nada na essência do clube mudava. A mascote iria continuar a ser a mesma. Juro que eu não sugeria outra!!! Só o nome do dono iria mudar. Nice and easy! 

 

 

Devo dizer que já estive quase convertida ao Sporting Clube de Portugal mas entretanto saiu o João Mário ... e mantive-me benfiquista!!!!

Arroz com tudo

As três pessoas que vivem comigo queixam-se da quantidade de arroz que eu "obrigo" a consumir! Tenho esta mania, meio absurda, de achar que todos os pratos ficam melhor com arroz. Acho que nunca compromete. Tem a vantagem de se lhe acrescentar cenouras, ervilhas, milho... e fica logo com outro aspecto! Mas, a verdade, é que não deixa de ser arroz! Tenho alguma dificuldade em desvincular-me desta relação de dependência. As alternativas são muitas, eu sei, mas por mais que faça outra guarnição, a primeira em que penso é sempre no coitado do arroz! Assim sendo, um pacote de 5 kg de arroz é o mais apropriado para ter na dispensa! Esta quantidade toda para cozinhar: bifes de vaca com arroz branco, bifes de peru com arroz de ervilhas, filetes com arroz de cenoura, arroz de pato, hambúrgueres com arroz, almôndegas com arroz, douradinhos com arroz, frango com arroz, e como sobremesa, quando estou muito bem disposta posso fazer um belo arroz doce. Assim, descrito desta maneira parece muito arroz junto...

Quando reclamam, dizem que já estão fartos de comer arroz e que qualquer dia começam a falar chinês, tento argumentar das mais diversas maneiras, nomeadamente com o facto de se lançar arroz aos noivos como forma de desejar felicidades. Portanto o arroz faz bem!! Hoje em dia, também se atiram pétalas, mas não interessa para esta conversa!!

Antes de partilhar casa...

Li algures por aí, numa revista semanal, que para se ter uma relação feliz, os casais não têm de obrigatoriamente partilhar casa. Uma cineasta canadiana está a rodar um documentário precisamente sobre este tema chamado "Apartners", em português é qualquer coisa como "parceiros à distância". E porque é que a senhora teve esta ideia brilhante? porque basicamente procurava um parceiro no amor, não um companheiro de casa, e porque ela e a sua cara-metade têm ritmos totalmente diferentes, quase incompatíveis debaixo do mesmo tecto! 

 

É precisamente neste ponto, de ritmos diferentes, que as moças casadoiras devem prestar maior atenção, a seguir ao amorrrrrr claro, só para evitar fazer muitas cedências ao longo da relação. Ao início pode ser tudo muito bonito mas depois, vai que o caldo entorna, e não há a mínima tolerância para os tais pontos que vos distinguem. Posto isto, aqui vai uma série de pequenos pormenores que, no decorrer da vida a dois, e na mesma casa, podem fazer toda a diferença:

 

 

 

Uma Família Muito (Pouco) Moderna

Ela: Hoje possivelmente o nosso jantar vai ser uma SOPINHA, estou com pouco apetite e nenhuma vontade de cozinhar, pode ser?

 

Ele: Sim, pode ser um SOPÃO que estou cheio de fome!!!

 

Ela revirou os olhos...

Ele achou por bem cozinhar mais qualquer coisa para acrescentar ao SOPÃO...

 

Homem com ou sem barba?

O site Huffington Post escreveu um artigo com sete razões para optar pelo ‘look barbudo’. Passo a citar:

1 – Desacelera o processo de envelhecimento: O site norte-americano cita um estudo publicado no jornal Radiation Protection Dosimetry, que diz que a barba bloqueia 90 a 95% da radiação UV, prevenindo o aparecimento de rugas e reduzindo o risco de cancro da pele.

2 – Não há pelos encravados: Quem faz a barba tem uma maior tendência a desenvolver irritações na pele e a ter pelos encravados.

3 – Dá um ar mais masculino: Um estudo publicado no Evolution and Human Behavior diz que os homens e as mulheres acham que aqueles que usam barba têm um ar mais masculino.

 

 

A Blogger

Sigam a Rapariga

Follow my blog with Bloglovin Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D