Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

Mizé - Antes galdéria do que normal e remediada

Para mais informações clicar na imagem 😁

 

O título e a capa são, como direi, desinibidos, provocadores! Na linguagem da minha avó seria prontamente "uma cara sem vergonha"! 😁 Mizé foi empréstimo de uma amiga que me assegurou de que iria gostar. Dadas as circunstâncias e, sendo que terminei a Amiga Genial, vou fazer de Mizé uma grande amiga durante estas férias!

 

Espreitei a crítica e, digamos que, é bastante favorável:

 

"A nova literatura portuguesa passa obrigatoriamente por aqui." - Valter Hugo Mãe

 

"Ricardo Adolfo observa o seu país com feroz e acutilante ironia" - José Eduardo Agualusa

 

E por aí, conhecem a Mizé?

Acredito que sim. Eu sou quase sempre a última a saber de tudo 😀! 

 

Boas leituras

 

 Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1) 

A Amiga Genial

Neste momento ainda não o terminei. Faltam escassas páginas para perceber o que vai acontecer às amigas Elena e Lila. Ando a fazer render o peixe. Isto é, quero ver se o livro não acaba para evitar aquela sensação de ficar órfã de livro!! E, acima de tudo, porque queria mesmo que ele não acabasse nunca, não pelas grandes reviravoltas da história, que na verdade não existem, mas porque estou altamente viciada neste relato de dúvidas, invejas, inseguranças, ciumes e contradições que vão na cabeça de Elena, a narradora! Há momentos em que tenho uma vontade imensa de lhe dizer "ouve rapariga, tu valoriza-te!!" tal é a excessiva submissão à amiga Lila, que, por sua vez, é uma criatura muito segura de si, destemida e talvez até um pouco maléfica! Há momentos que chego mesmo a odiar as duas 😡! Depois adormeço e passa-me a fúria! 

A verdade é que estou claramente rendida ao ambiente pesado deste bairro pobre de Nápoles onde tudo acontece, aos usos e costumes das famílias, à frieza das suas relações e à cativante e absorvente escrita de Elena Ferrante. 

 

Vamos ver se o final deste livro consegue levar-me a comprar os senhores que lhe seguem ... 

 

E por aí, já leram este livro?

Gostaram?

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)

Então e o Clube de Leitura da Cocó?

Correu lindamente. Saí de lá com vontade de comprar dois ou três livros que tinham sido apresentados pelos participantes no evento. Como já tive oportunidade de escrever, considero esta iniciativa muito positiva pois, não só ficamos "obrigadas" a ler um livro por mês como também nos leva a refletir sobre o que o livro significou para nós, o que nos trouxe de bom ou de mau. Ora eu estava vinculada ao As boas raparigas não ganham ao amor. As más não desistem nunca de Talulah Riley e foi o que levei para o Clube de Leitura que teve lugar na passada sexta feira na FNAC do Colombo. Foram duas horas muito bem passadas, à conversa com pessoas simpáticas! Gostava de voltar a repetir a experiência. Um bem-haja a todos pelo ambiente agradável, à Sónia por esta ideia de partilha de experiências literárias e à FNAC por ter agarrado na iniciativa e cedido o espaço! 😁

 

Quem quiser deixar a vergonha de lado e marcar presença no próximo Clube de Leitura, espreitem como o podem fazer no blogue da Sónia. Já há nova data do encontro para Junho. AQUI

 

O que li:

As boas raparigas não ganham ao amor. As más não desistem nunca, de Talulah Riley. Trata-se de um livro de leitura muito fácil. A escrita é clara, descomplicada, sem recurso a grandes rodeios linguísticos. É ideal para quem precisa de arrancar nisto das leituras e tem alguma inércia! É possível ler este romance com a casa cheia de gente pois não se corre o risco de perder o fio à meada. Trata-se de uma espécie de novela em que ansiamos constantemente pelo próximo capítulo (talvez seja este um dos pontos fortes do livro) e isto, parecendo que não, fez-me "devorá-lo" em apenas 5 dias. E, um livro que me faça abdicar das minhas séries e do meu sono, por si só já merece um pequeno prémio ainda que a história já tenha sido replicada uma dezena de vezes (como é o caso)! Por fim, deixou-me a pensar nas relações amorosas e no que estamos dispostos a fazer por amor ...  

 

O que vou ler:

No Dia da Mãe recebi A Amiga Genial da Elena Ferrante. O povo todo já deve ter lido este livro ... menos eu. De maneira que estou para ver se é mesmo genial! 😜 Até agora, e ainda só li quarenta páginas, estou a gostar muuuuiiiiito! Se alguém já leu pode sempre deixar por aqui a sua opinião 😁! 

 

Já que falo em livros, deixo aqui ainda uma sugestão de livro para os mais pequenos. O meu filho mais novo (7 anos) está a ler Geronimo Stilton - O Manuscrito Misterioso e, todos os dias, dez minutos antes de dormir, dou por ele a ler ... (pequena conquista desta mãe). Digo-lhe que assim é um lindo menino e que, aos poucos, vai dando cada vez menos erros ortográficos nos ditados e usar outras palavras para além do "bué"!! 😁

Clicar em cima das imagens para mais informações 😁

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)

 

 

 

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)

Clube de Leitura da Cocó

Inscrever-me num Clube de Leitura, organizado pela Sónia do blog Cocó na Fralda, foi o melhor que fiz para pôr a leitura em dia. Isto porque durante os meses de inverno desleixo-me um pouco mais do que devia encostando-me às mais diversas desculpas, nomeadamente frio e sono! A verdade é que a iniciativa 👏👏👏 promovida pela Sónia veio combater um pouco a minha indisciplina! Percebi que não estou sozinha a combater esta "preguiça" 😁 e por isso alinhei neste pequeno empurrão. 

 

Tudo a correr como previsto, lá estarei dia 5 de Maio na Fnac do Colombo para partilhar, com não sei quantas pessoas (e aqui é que a porca torce o rabo ... pode dar-se o caso de não conseguir dizer nada com jeito!), a minha opinião sobre o livro que conto despachar este fim-de-semana! Ofereceram-me no inicio deste mês (ver foto) e estou quase a chegar ao fim. Isto porque estou curiosa para saber o desfecho deste romance e também porque ando a aproveitar todos os minutos livres para ler. Obrigada Cocó, até agora está a resultar muitíssimo bem! 😍

 

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)

 

 

Leituras para os mais novos

As férias da Páscoa estão aí à porta e, como "quem lê sabe mais", deixo-vos duas sugestões de leitura para os mais pequenos. Sei que nem sempre é fácil convence-los a ler! Cabe-nos a nós, pais e educadores, incutir-lhes desde cedo hábitos de leitura! Aqui em casa, é difícil concorrer com as bicicletas ou com a PlayStation mas enfim, estou cá precisamente para esses trabalhos penosos

 

Na nossa pequena biblioteca temos alguns livros novos como é o caso d' "A Rapariga Rebelde" que irá ser a leitura de férias da Maria. "A Viúva e o Papagaio" ficará ao encargo do pequeno Francisco que, por enquanto, deixará em stand by os "Uma Aventura". 

 

Vou escrever na porta dos quartos deles:

"meia dúzia de páginas por dia nem sabem o bem que vos fazia!" 😜

Pode ser que resulte! 😁

IMG_1224_Fotor1.jpg

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)

Os 12 Melhores Livros Portugueses dos últimos 100 Anos

Uma amiga enviou-me ontem esta informação e eu acho que ela queria dizer-me "Cátia não te metas em leituras duvidosas, lê bons livros, põe os olhos nesta lista"
12-melhores-livros-portugal-revista-estante-fnac.j

 Tenho a dizer à minha amiga que falta-me ler ...  TODOS!!!!

juri-selecao-melhores-livros-portugueses-seculo-xx

 Os senhores iluminados que se sentaram a uma mesa para elegerem estes livros: Carlos Reis, Isabel Lucas, Manuel Alberto Valente, Clara Ferreira Alves e Pedro Mexia.

Gente muito intelectual e conhecedora do mundo literário. 

 

Obrigada à minha amiga por me dar a conhecer estas coisas 😍😍😍! 

Debaixo de Algum Céu

Deixo hoje aqui a minha sugestão de leitura para o fim de semana, Debaixo de Algum Céu de Nuno Camarneiro. Livro vencedor do prémio LeYa 2012 e eleito um dos melhores livros de 2013 pelo jornal Expresso. Li este livro, de histórias complexas e episódios deprimentes, há algum tempo e fiquei encantada. Recomendo.  

debaixo-de-algum-capa.jpg

Sinopse

Num prédio encostado à praia, homens, mulheres e crianças – vizinhos que se cruzam mas se desconhecem – andam à procura do que lhes falta: um pouco de paz, de música, de calor, de um deus que lhes sirva. Todas as janelas estão viradas para dentro e até o vento parece soprar em quem lá vive.

Há uma viúva sozinha com um gato, um homem que se esconde a inventar futuros, o bebé que testa os pais desavindos, o reformado que constrói loucuras na cave, uma família quase quase normal, um padre com uma doença de fé, o apartamento vazio cheio dos que o deixaram. O elevador sobe cansado, a menina chora e os canos estrebucham. É esse o som dos dias, porque não há maneira de o medo se fazer ouvir. A semana em que decorre esta história é bruscamente interrompida por uma tempestade que deixa o prédio sem luz e suspende as vidas das personagens – como uma bolha no tempo que permite pensar, rever o passado, perdoar, reagir, ser também mais vizinho.

Entre o fim de um ano e o começo de outro, tudo pode realmente acontecer – e, pelo meio, nasce Cristo e salva-se um homem.

Embora numa cidade de província, e à beira-mar, este prédio fica mesmo ao virar da esquina, talvez o habitemos e não o saibamos.

Com imagens de extraordinário fulgor a que o autor nos habituou com o seu primeiro romance, “Debaixo de Algum Céu” – obra vencedora do Prémio LeYa em 2012 – retrata de forma límpida e comovente o purgatório que é a vida dos homens e a busca que cada um empreende pela redenção.

 

 

Boas leituras 😘

A Rapariga no Comboio

Não, não fui andar de comboio! Esta Rapariga no Comboio não sou eu e nada tem de semelhante à minha pessoa. Rachel, a rapariga que diariamente faz a sua viagem de comboio em direção a Londres, é desprovida de auto controlo e a sua vida é uma verdadeira confusão comparativamente à vida daqueles que ela vai observando. Mas nem todas as pessoas são aquilo que parecem! Este livro leva-nos a pensar na forma, nem sempre correta, como "olhamos" para a vida dos outros.

Fiquei colada a este livro do ínicio ao fim. Queria sempre saber mais. Queria passar a noite acordada para saber novos desenvolvimentos. Basicamente, trata-se de um thriller arrepiante, com o dom de inquietar e desassossegar os seus leitores!

capa_a-rapariga-no-comboio.jpg

A Rapariga no Comboio, de Paula Hawkins, é uma boa opção de leitura nestas férias. Comprei-o o ano passado numa das minhas quatrocentas e cinquenta idas ao continente!!!!

Aconselho vivamente. 

Ahhh, quase me esquecia ... ouvi dizer que vai ser adaptado ao cinema em Outubro deste ano. 

Boas leituras 

 

Então e essas leituras?

Como andamos de leituras? Agora começam a ser escassas as desculpas para não ler um livro. Chegou o bom tempo. A temperatura está amena e à noite, já é agradável pôr os braços de fora dos lençóis! Portanto, estão reunidas as condições mínimas para a prática da leitura. 

 

Um dos últimos livros que li foi Amizades Improváveis, cuja história me encantou quer pelo drama de vida de um homem que acabou por tornar-se prestador de cuidados ao domicílio, que, como é sugerido ao longo dos capítulos, ficou com a vida despedaçada, quer com a vida de um jovem de 19 anos que sofre de distrofia muscular, limitado a uma cadeira de rodas e dependente do seu cuidador. Entre eles nasce uma amizade improvável. Juntos iniciam uma viagem que irá mudar-lhes a forma como encaram a vida e as pessoas com quem se cruzam. 

Um livro cativante, inteligente e com muita energia. Uma escrita divertida. Uma verdadeira inspiração de vida! 

Ouvi um sururu que vai ser adaptado ao cinema este ano....

9789898831309.jpg

Fica a minha dica: Amizades Improváveis de Jonathan Evison. 

 

Partilhem a vossa leitura neste momento. Preciso de sugestões. 

 

Ler Mais

Minha gente, contem-me tudo. Como é que andamos de leituras? 

Uma desgraça ou super bem comportados? 

São disciplinados e não abdicam da leitura diária. Ou pelo contrário, são daqueles que arranjam sempre mil desculpas para não ler, tipo eu, para não ir ao ginásio. Quando vos perguntam qual o livro que estão a ler tendem a justificar: ah e tal está frio!!! ah e tal não tenho mesmo tempo, chego a casa tarde e deito-me a horas indecentes!! 

 

Meus caros, só vos digo....isso foi em 2015!

 

Este ano não vamos cair nesses erros, certo? Estão comigo? 

Uma das minhas resoluções para 2016 foi ler mais.

Arranjar mais tempo e mais e mais e mais é possível, basta querermos.

Podemos começar por dedicar vinte minutos por dia à leitura. Não é nada de mais. Vá, o tempo de uma série no AXN. Um outro pormenor importante é encontrarmos um livro que nos amarre à história, que nos obrigue a querer saber o desfecho.

Sinto que arranquei bem em Janeiro ao nível da leitura, agora só espero manter este ritmo o ano todo. 

DSC04172.JPG

 Uma amiga ofereceu-me este pequenino. Mas o mês de Dezembro foi uma desgraça.

Foram desculpas umas atrás das outras. Agora ando a dar-lhe forte!! 

 

DSC04173.JPG

 Uma outra amiga bateu-me à porta na semana passada e tinha este miminho para mim.

Fico sempre derretida!

Ainda não comecei a ler mas tem tudo para ser bom. Depois conto-vos.

DSC04174.JPG

 Este mora cá em casa há alguns anos mas será que é desta que ganho coragem?

Depende de dia 24 de Janeiro... ou de 14 de Fevereiro, logo se vê. 

 

 

Partilhem o que andam a ler. Os livros que leram e aconselham.

Opiniões e sugestões são sempre bem-vindas neste espaço. 

 

 

A Blogger

Sigam a Rapariga

Follow my blog with Bloglovin Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D