Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

Alguém disse #12

"Casar passou a ser uma opção e não uma obrigação social. Se antes o amor era algo que se ia cozinhando em banho-maria, com alguém que vivia perto e era "suficientemente bom", agora quer-se que ferva desde o início. Procura-se alguém "perfeito", que supra todas as necessidades, o que pode tornar-se um stresse tremendo, mesmo numa época em que temos mais ferramentas do que nunca para o conseguir."

 

 

Na revista E, reportagem "Love me, Tinder", a propósito das aplicações móveis de encontros e a forma como estas estão a revolucionar os relacionamentos. 

 

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)  

Alguém disse #11

"Agora toda a tasca ou taberna e até os tuk-tuks têm wi-fi. Em Moscovo, não. Nada. Na zona onde há dinheiro e as mulheres passam com um ar entediado a conduzir Porsches Panameras ou jipes Mercedes AMG não há a porcaria de um café, esplanada ou bistrô que ceda wi-fi aos clientes. Ou melhor, há, mas apenas para telemóveis russos."

 

Luís Pedro Nunes, revista do Expresso

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1) 

Alguém disse #10

"Sobra a proteção civil, a gestão de uma inevitabilidade que são os incêndios. É fácil encontrar culpados, não vou por aí, mas é preciso fazer perguntas, daquelas que incomodam: como é que no tempo do Street View, das tecnologias, da informação recolhida, acumulada e tratada, há portugueses a morrerem em estradas que são apanhadas pelos incêndios!? Por mais que me expliquem, não consigo compreender. Como é que não se antecipam os ventos, e as suas mudanças, como é, que no século XXI, ainda aceitamos explicações na base dos fatalismos?

Sabemos outra coisa, com dor e morte, os incêndios em Portugal não se combatem com água."

 

António Costa, jornalista do ECO - economia online

 

 Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1) 

Alguém disse #9

"Portugal é uma rotunda, onde circulam as mesmas pessoas, e em cada caso judicial chegamos à mesma estátua, a do Marquês, que personifica relações entre bancos, empresas e política, a rede de influência de Ricardo Salgado e de Sócrates. Pinho irá desaparecer, Mexia irá aparecer e mostrar como tudo o que fez foi mérito da sua gestão em benefício da EDP. E nós ficamos a conhecer melhor o país que fomos e que, apesar de tudo e apesar de tanto, ainda não deixámos de ser."

 

Pedro Santos Guerreiro

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1) 

Alguém disse #8

"O homem é mesmo louco. Definitivamente, Donald J. Trump, 45º Presidente dos Estados Unidos é louco. E um louco perigoso, pois qualquer louco que chegue à presidência dos Estados Unidos é perigoso."

 

Miguel Sousa Tavares 

 

150806212843-07-fox-debate-trump-0806-super-169.jp

Raça potencialmente perigosa. Digo eu! 

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1) 

Alguém disse #7

"Sente-se recompensado/a pela vida e por aqueles que ama, ou os pratos da balança estão descompensados? Tudo na vida requer equilíbrio inclusive no “dar e receber”."

 

 

 

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1) 

Alguém disse #5

"Fico sempre com esta ideia de que uma mulher vive relativamente bem consigo própria e com as suas fraquezas até ser mãe. Nesse momento, é como se um interruptor demoníaco se ligasse e ela fosse a correr pôr a capa da supermulher. Mãe que é mãe está convencida de que é um super-herói da banda desenhada, capaz de salvar as crianças de todos os males, capaz de desempenhar com mestria a sua profissão, sacar dos saltos-agulhas e ficar uma bomba sexual para um jantar a dois, conseguir ser a mãe doce e terna mas também exigente e implacável, boa dona de casa, cozinheira de mão-cheia, ginasta olímpica, amiga dos seus amigos, tudo em simultâneo, como se fosse um canivete suíço. Pois bem, tenho uma triste notícia para vos dar: ninguém consegue ser assim! Pelo menos não sempre, o tempo todo, 24 horas por dia, sete dias por semana. Há sempre um momento em que se falha numa das frentes. E ... (segurem-se) NÃO FAZ MAL!"

 

Conseguem adivinhar quem será a minha próxima entrevistada?

 

Dou uma pequena ajuda: é mãe de quatro e autora de um dos blogues mais lidos no país ...

 

Deixem os vossos palpites 😁

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1) 

Alguém disse #4

"Nunca tens vontade de fechar o computador e ir embora?"

 

"Quem escreve profissionalmente não pode fechar o computador e ir embora. Nem estar à espera de inspiração. Picasso tinha aquela frase "quando a inspiração chegar, é bom que me encontre a trabalhar". O Tom Waits conta que, enquanto conduzia, começou a ouvir uma melodia na cabeça e não tinha onde gravá-la nem apontá-la. Ia perdê-la. Parou o carro, caiu de joelhos no meio da estrada e gritou: "Meu Deus, porquê agora?" "

 

(Na página cento e cinco da revista do Expresso desta semana)

 

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)

Alguém disse ... #3

"As mulheres mais inteligentes são as mais difíceis de satisfazer. E também as mais perigosas. Umas são mais pacientes, outras mais sonsas, umas mais guerreiras e outras mais diplomatas, mas no fundo são todas iguais: querem todas casar com um Che Guevara e depois querem que ele corte a barba."

 

A parte do "são todas iguais" arrelia-me!

Depois, há assuntos em que não me apetece sequer pensar porque é sexta-feira! 😜

 

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)

A Blogger

Sigam a Rapariga

Follow my blog with Bloglovin Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D