Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

À segunda-feira

Aproveito a boleia da pequena birra típica deste dia e resolvo assuntos pendentes vai para muito tempo! Era suposto ter resolvido na passada sexta-feira mas faltou a coragem e para além disso ninguém me levou a sério. Portanto, hoje, e de uma forma bastante mais efetiva dou sumiço aos berbicachos, aos casos mais bicudos que todos cá em casa andam a empurrar com a barriga vai também para muito tempo! Há que inverter esta tendência senão os nervos consomem o pouco que resta de Cátia! 

 

Não sei se a segunda é o dia da semana ideal para estas resoluções. Acham que é? O que sei é que estou a modos que enfurecida por causa de meia dúzia de fulanos que resolveram não cumprir as suas obrigações! Neste momento, estou em linha há vinte minutos para saber do paradeiro de uma encomenda! E querem saber o que é que acontece quando um infeliz qualquer atender a chamada? Querem mesmo saber do que sou capaz de lhe dizer numa segunda-feira mal resolvida consequência de uma noite mal dormida?

Possivelmente nada! 

 

E a minha vida podia resumir-se a isto! 

 

     Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1) 

O post mais lido diariamente ...

Os novos dados estatísticos que a plataforma SAPO disponibiliza atualmente aos bloggers dá-nos, para além de outras informações, acesso às páginas mais visitadas dos nossos blogs. No meu caso, no topo da tabela está sempre o meu último post ou seja, o que escrevi no dia anterior. Contudo, desde que publiquei um post, meramente informativo, sobre sexo, que o mesmo se mantém diariamente, insisto, diariamente, no top five dos mais lidos! Não desgruda dos lugares cimeiros da tabela 😀 e não me parece que tencione dar a vez a outros que me exigiram maior esforço 😀!  

 

Faz-me perceber que a procura por estes conteúdos é mesmo muito elevada! Nada que eu não soubesse mas graças a esta nova funcionalidade SAPO pude então confirmar! Sinal de que, neste caso específico, as mulheres preocupam-se cada vez mais com a vida sexual 👏👏👏. 

 

Ah, refiro-me a este post Dicas sobre sexo, por Blaya (clicar para ler). Neste momento não sei se a página da Blaya ainda está ativa. Na dúvida, mulheres, é procurar no Instagram

 

Amigas, só vos digo, as coisas que eu aprendo com as estatísticas deste blog!!

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)  

A importância de manter a "porta aberta"

Deixar sempre "a porta aberta" permite todo um tráfego de ideias, pessoas, opiniões e lugares! As correntes de ar alimentam o intelecto, põem à prova a nossa (ou não) capacidade de adaptação. Estimulam. Desafiam. Aumenta-nos o "jogo de cintura". Fazem crescer, desenvolver e essencialmente, pensar! 

 

Por outro lado, manter "a porta aberta" possibilita ainda a saída (e a esperança que não mais volte) de tudo o que é tóxico. Do lixo que incapacita. Que anula. Que nos diminui e faz sobressair o lado mais negro! 

door-1457752_960_720.jpg

Talvez o truque para uma vida mais arejada seja precisamente escancarar a porta da mente. Podemos com isto não convidar a sair tudo o que é mau mas, certo é que entra um ar mais clean e saudável. Muitas vezes revigorante, capaz de dar anos de vida! 

 

E agora? passar isto à prática? 

 

 

 Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)  

Criaturas domésticas

Desconfio que vive cá em casa uma criatura do além que atua discretamente enquanto todos dormem! 

 

Julgo tratar-se de um duende, um elfo, um anão, um gnomo ou uma outra personagem retirada da mitologia escandinava. Deve ser um pequeno génio, de aparência humanóide, rápido e habilidoso, sabe o lugar de tudo. Levando-me a pensar que tem poderes mágicos! Pois reparem o que sabe fazer ... repõe os guardanapos no suporte, o sabonete líquido nas saboneteiras, reabastece o papel higiénico nas casas de banho, troca toalhas e lençóis. Põe roupa a lavar, seca e passa a ferro. Enche a dispensa e o frigorífico! Basicamente, é um duende/elfo/anão/gnomo doméstico! 

 

Um dia ainda tomo um chá com esta/e amiga/o genial 😀

1a15ded8-5900-4eb1-8846-d82ac30e19ad.png

 

Isto, ou o duende/elfo/anão/gnomo chama-se Cátia e anda disfarçada de pessoa! 

 

Ouve-se:

- ÓÓÓÓÓ Mãaaaaeeeeeee, acabou o papel higiénico ...

- A sério? Logo hoje que o duende/elfo/anão/gnomo tirou o dia! 

 

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1) 

Cátia Santos ⚔️ Miguel Sousa Tavares

Por mais que concorde manifestamente com as ideias e convicções do Miguel Sousa Tavares sobre os mais variados assuntos, no que respeita as redes sociais confesso que não posso estar mais em desacordo com o cronista. Isto porque escreveu há uns meses que "as redes sociais são a peste de hoje. O seu veneno espalha-se como a peste, destrói como a peste, mata como a peste”. Não consigo ser assim tão extremista em relação a este assunto. E, com tudo o que elas (as redes sociais) são hoje, parece-me que não faz muito sentido ser-lhes "alérgico" e achar que o facebook serve somente para namorar! É muito redutor pensar assim! Vejo as coisas, neste caso as redes, com outros olhos. Vejo como algo que pode ser utilizado da melhor e da pior maneira dependendo do seu utilizador. Mas, vamos lá ver, como tudo na vida, certo?

blur-1867758_960_720.jpg

Há pessoas que utilizam as redes sociais simplesmente para se distrair (e qual é o problema?), para namorar (força nisso!) ou, numa vertente mais séria, para promover os seus negócios pois não podem, de todo, publicitá-los noutras plataformas (pagas). Há quem as utilize para seguir os seus músicos, artistas, modelos favoritos, para seguir tendências de todas as áreas. Os jornais, canais de televisão e rádios também estão presentes nas redes sociais e aproveitam esta nova forma de comunicar para atrair seguidores/público. Muitos novos talentos, das mais variadas áreas, deram os primeiros passos no youtube, por exemplo! O bom disto é que hoje, todos, dos oito aos oitenta (aqui nos oito tenho algumas reservas) têm à mão um conjunto de ferramentas que, utilizadas convenientemente, podem ser-lhes úteis a par com tudo o que têm à disposição! 

 

Depois, e como em tudo na vida, há o lado mais negro e execrável! Ou seja, as redes sociais utilizadas por pessoas mesquinhas e sem escrúpulos que, vamos lá ver, sempre existiram e muitas vezes também com uma capa de anónimo que lhes assentava muito mal! Este lado mais encardido das redes mostra ofensas, desaforos, humilhações (como recentemente se tem visto entre os adolescentes) e violência! Só utiliza as redes desta forma abominável pessoas desprovidas de carácter. Infelizmente sabemos que há por aí aos pontapés! Daí se falar tanto nos perigos das redes sociais junto de crianças e adolescentes. Sendo certo que o perigo são as pessoas! Jovens e adultos de vida vazia sem nada de bom para partilhar! Isto sim, mata! 

 

Concluindo, fiquemos com o lado bom das coisas, uma espécie de Fama Show "o lado bom da vida"! 

 

(Ao Miguel Sousa Tavares que nunca irá ler isto: Gosto de ti. Não por amor. Mas gosto de ti. Da forma dura e seca com que cascas semanalmente nos funcionários públicos e no Mário Nogueira! Discordo contigo somente nesta problemática sobre as redes sociais mas de resto, Miguel a Presidente!!!)

 

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1) 

Podia dar para pior!

Esta semana comprei uma guerra em que, mesmo antes dela começar, já sabia que ia sair no prejuízo (brasileirando). A eterna questão de dar/doar/pôr no lixo coisas que deixaram de ser úteis. Numa outra vida, devo ter sido responsável por uma casa de velharias e/ou de antiguidades tal é a dificuldade que tenho em praticar o desapego às minhas coisas (entenda-se bugigangas, tralhas e roupas).

 

A questão é que neste momento somos quatro cá em casa e já não se trata SÓ das tais minhas coisas. Ter onde arrumar o quadruplo da tralha não é simples e, como sou eu que o faço, admito que não é de todo tarefa simples. Assim sendo, dou por mim a colecionar aquela pulseira feita por um dos meus filhos no primeiro dia da mãe passado na creche ou um simples bilhete (com dedicatória) que acompanhava um ramo de rosas vermelhas ... e não consigo virar-lhes as costas! Fico com a sensação que estou a trair as pessoas envolvidas naquelas histórias! 

 

Tenho muuuuuiiiiiita dificuldade em pôr no lixo essas "histórias". Mas, ando a tentar mudar. Esta semana tem sido o espelho disso. Fiz a seleção viável (para mim) mas não a desejável (para outros)! Hoje estou aqui inundada em remorsos a pensar na falta que me faz tudo o que já não mora aqui em casa! Talvez o melhor seria pensar em algumas sessões de terapia nas quais eu pudesse dizer "Olá, sou a Cátia, ontem mandei para o lixo um açucareiro que me saiu na quermesse das festas da aldeia em 1996 ... e estou verdadeiramente arrependida" 

 

Como se isto não bastasse, de vez em quando pisco o olho a algumas coisas que estão na casa dos meus pais, dou-lhes uma nova "roupagem" e utilizo cá em casa! 

 

Mais alguém assim por aí?

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)

"Que merda que eu sou!"

Faz de conta que sou um dos bonecos da Avenida Q (em cena no Teatro da Trindade até 2 de Abril) e, no meu momento de brilhar, abro o livro e concluo precisamente o que está escrito neste título! 

 

Os filhos perguntam se, afinal de contas, sou ou não jornalista. Apetece-me responder "Que merda que eu sou!"

Os problemas/equações de matemática do 4º ano andam a testar o meu raciocínio e, por vezes, temos de esperar pelo pai para os resolver "Que merda que eu sou!"

Odeio cozinhar. Lavar. Passar. Limpar. "Que merda que eu sou!"

Não sei ver ar dos pneus, água e óleo do automóvel. Procuro sempre um posto de abastecimento à antiga, em que um simpático senhor enche o meu depósito de gasolina. "Que merda que eu sou!"

Estorrico o jantar porque me distraí ao telefone com a irmã a jogar conversa fora sobre saldos. "Que merda que eu sou!"

Em dias de chuva e frio, os meus filhos vão para a escola e eu fico confortavelmente em casa. "Que merda que eu sou!"

Eles têm as unhas grandes e sujas porque a plasticina não perdoa! Percebo que ando no desleixo! "Que merda que eu sou!"

Não me maquilho há uma semana e as camisolas (de andar por casa) têm borbotos. Um dia o homem faz um comentário desagradável! "Que merda que eu sou!"

Cheguei tarde. Não fui. Atrasei-me. Esqueci-me. Não sei fazer. Não sou capaz. Fiquei sem bateria no telemóvel. Não me apetece ir. Nem pensar em assuntos. Não brinquei nem joguei com os filhos. Não os preparei para as fichas de avaliação. Estou farta. Cansada. Exausta. Apetece-me silêncio. Gritei e possivelmente vou chorar ... "Que merda que eu sou!"

 

Dia Mundial do Teatro. ♥️

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)

Pequeno transtorno

Alguém por aí com o hábito deselegante de:

 

Nos supermercados, mais propriamente nas filas para as caixas de pagamento, olhar discretamente para dentro dos carrinhos de compras de quem está à sua frente, só para perceber os hábitos alimentares dessa pessoa? 

 

É feio. Bem sei. Mas facilmente se percebe o porquê dos números assustadores sobre o excesso de peso no nosso país. Aliado a tudo o que a Liliana Janicas escreveu hoje na rubrica semanal Sugestão Saudável! 

 

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)

Conjugações desagradáveis!

Aeroporto Cátia.

Ponte 20 de Novembro.

Viaduto Cátia Filipa.

Revista Cátia.

Canal Cátia. 

Espaço Cátia. 

Avenida/Rua/Praça Cátia Filipa dos Santos. 

Estádio Cátia Lourenço.

Blog da Cátia.  

Jornal A Cátia. 

Make up by Cátia. 

Não perca os próximos episódios de "Dona Cátia". 

Vote Cátia para "Presidenta da Junta". 

Siga a Cátia. 

 

 

Bem vistas as coisas, vou mudar de nome! Ele nunca me enganou!!!! 😤

 

 

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)

Neste dia ...

Neste dia Mundial dos Direitos do Consumidor quero apenas dizer (20 vezes) que, quando for grande, vou ser muito mais exigente com as NOS e as MEO desta vida! Um dia vou saber reclamar detalhadamente a chatice dos contratos de fidelização! Toda a gente o faz e eu sinto que estou claramente a ficar para trás! Para além disso, ainda tenho de descobrir uma maneira de filtrar as chamadas destas operadoras para evitar atendê-las e dar sempre a mesma resposta "não, minha senhora, não estou interessada em mudar para a NOS e não sei quando termina o meu contrato, e agora tenho de desligar porque tenho a comida ao lume e duas crianças a exterminar a minha casa de banho, não me leve a mal, é que estou com vontade de gritar e se continuar à conversa consigo, já se sabe, sobra para si"! É em situações semelhantes que penso no senhor do Kebab e no quanto me dava jeito metade daquela desenvoltura perante criaturas inoportunas que me ligam em cima da hora do jantar (a sorte delas é a distância) 💪💪! 

 

Os meus filhos e o pai dizem que eu reclamo imenso com tudo! Não é verdade. Eles é que gostam de inflamar as minhas reações! ☺️

Unknown-2.jpeg

  

Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1)

A Blogger

Sigam a Rapariga

Follow my blog with Bloglovin Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D