Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

Sugestão saudável (50)

Post escrito pela nutricionista Liliana Jancias

 

 

A Aveia e Redução do Colesterol

17690457_10212909755165555_2133586015_n.png

 

A Avena sativa L, conhecida simplesmente como aveia, apresenta vários componentes nutricionais (macro e micronutrientes) e compostos fitoquímicos que, através inúmeros estudos realizados, têm comprovado uma ação benéfica na manutenção ou recuperação da saúde do indivíduo, sobretudo nas dislipidémias. O farelo de aveia, é fonte importante de minerais e proteína, além de apresentar na sua composição uma quantidade significativa (por volta de 10%) de fibra solúvel beta-glucana, um polissacarídeo, com efeito hipocolesterolémico demonstrado.

 

 

As propriedades funcionais das beta-glucanas da aveia, evidenciadas fortemente nas últimas décadas, demonstraram diminuição nas concentrações plasmáticas do colesterol total (CT) e da lipoproteína de baixa densidade (LDL-c) após o consumo de alimentos contendo esta fibra solúvel. Os efeitos metabólicos exercidos pelas beta-glucanas da aveia são atribuídos a vários mecanismos, como o aumento da viscosidade na mucosa intestinal, devido à formação de um gel desta fibra, inibindo a absorção de colesterol. A redução da colesterolémia através da ingestão de beta-glucanas da aveia também é atribuída à inibição da síntese de colesterol endógeno. As beta-glucanas foram identificadas como sendo o componente da aveia que promovem maior fermentação intestinal e os produtos desta fermentação (ácidos gordos de cadeia curta) alteram o metabolismo do colesterol. O aumento da viscosidade produzido pelas beta-glucanas pode retardar o esvaziamento gástrico, aumentando a sensação de saciedade, o que contribui para o controlo de peso e redução da glicémia pós-prandial, evitando picos de insulinémia.

 

Pesquisas recentes têm referido a hipótese de que o consumo regular de aveia, não só promove benefícios hipocolesterolémicos decorrentes da ação de seu conteúdo de beta-glucanas, como fornece outros componentes que, talvez, exerçam papel fundamental na prevenção da formação da placa de ateroma. Dos vários compostos bioativos (CBA) presentes na aveia,  polifenois presentes exclusivamente neste cereal, têm demonstrado, in vitro, importante ação antioxidante e anti inflamatória. Estes resultados encontrados nas várias pesquisas, sugerem que as avenantramidas da aveia podem contribuir para a prevenção de aterosclerose.

 

Podemos então afirmar que a aveia é um alimento estratégico, que deve fazer parte da nossa alimentação, e que pode contribuir quer para a prevenção, quer para o tratamento das doenças cardiovasculares (DCV).

 

Pode colocar 1 a 2 colheres de sopa de aveia no iogurte, fazer papa de aveia ou panquecas com aveia! 

17813739_10212909747245357_673217817_n.png

 

Cumprimentos saudáveis

15175450_10211532755061413_1171191621_n.jpg

Liliana Janicas

 

7 comentários

Comentar post

A Blogger

Sigam a Rapariga

Follow my blog with Bloglovin Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D