Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

Podia ser inglês ou americano, mas ela prefere francês!

Todos os anos passamos pelo mesmo dilema relativamente ao presente de Natal dos nossos filhos. Queremos oferecer "A" prenda. Especial. Única. A surpresa das surpresas. Que marque o Natal daquele ano. Nem sempre conseguimos tal proeza porque há sempre as prendas dos avós e da tia que, se nos descuidarmos, ofuscam o brilhantismo da nossa! Dito assim até parece que entramos em competição. Não é de todo o caso. Por aqui, os adultos costumam partilhar as suas intenções de maneira a evitar os presentes repetidos! Este ano não foi exceção. Lá se trocou impressões sobre bonecas e super-heróis! 

 

Quanto a essa complexa tarefa, fizemos a nossa parte e o presente já vive nesta casa. Escondido obviamente. É que eles são meninos para, sem querer 😊, rasgar o embrulho! Mas, a verdade é que, os pestinhas responsáveis por metade dos meus cabelos brancos, portaram-se muito bem na escola e são uns bons filhos e, para além disso tudo, eu e o pai nesta altura do ano ficamos uns corações de manteiga!  

 

Mas, enquanto ainda tínhamos muitas dúvidas em relação à prenda deles, um dia destes, quisemos saber o que gostavam mesmo mesmo mesmo de receber do "Pai Natal". O Francisco foi logo o primeiro a falar e eu previa que mais ninguém tivesse oportunidade de o fazer. Uma lista imensa. Coisas esquisitas, jogos desconhecidos e meia hora de peditório. A Maria, sempre um pouco mais contida, avançou devagar e com medo de se magoar com um "não" redondo! Enquanto ela enumerava os seus desejos, ele lembrava-se de só mais um brinquedo para acrescentar à sua longa lista e punha o dedo no ar (como na sala de aula). 

 

Bem, como devem calcular, pediram tudo e mais um par de botas. Ups, esperem, isso fui eu ... Mas adiante, no meio da algazarra, olharam para a televisão e viram o Miguel Sousa Tavares, no seu habitual espaço de comentário e, imediatamente, como se se tivesse feito luz na sua pequena cabeça, ela disse ... 

 

Já sei mãe e pai, quero um cão. Um bulldog francês 

Collage_Fotor2.jpg

E a partir desse dia nunca mais olhei para o senhor da mesma maneira. Estes filhos destroem os meus heróis em três tempos! 

E se eu gosto de ouvir o que ele tem para dizer ao país e ao mundo! 😂

 

A Blogger

Sigam a Rapariga

Follow my blog with Bloglovin Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D