Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

Nota negativa para as refeições escolares

Da má fama os refeitórios escolares não se livram. Muito, mas mesmo muito tem de ser feito para combater esta fraca popularidade e, essencialmente, elevar a qualidade das refeições servidas às nossas crianças. Quem tem filhos em idade escolar que almoçam diariamente em refeitórios escolares sabe bem do que falo. Vou ser muito direta pois não me parece que me fique bem estar aqui com meias palavras depois de tudo o que já reclamei: a comida que servem ao meu filho não presta, "é podre e fria" diz ele e muitos outros meninos por este país fora! As refeições não têm qualidade mas há mínimos a garantir. Mínimos, senhores responsáveis. Mínimos. Estamos a falar da alimentação de crianças!

Apetece-me dizer-vos " e se fosse com os vossos filhos?" 😡

 

Não é solução o "jogo do empurra" entre a escola e a empresa que confeciona as refeições. Os pais estão fartos dessas tretas. Os pais estão fartos de enviar mails a expor a situação, de falar com responsáveis disto e daquilo, de pedir apoio às professoras. Não creio que seja injusto da minha parte dizer que nada se alterou depois de todas as reclamações que foram feitas ao longo dos últimos anos. O meu filho continua a queixar-se e não venham com a expressão dos "meninos da mamã" que só gostam da comida de casa que me sobe logo os calores! Não é, de todo, o caso deste meu filho. 

 

Na minha opinião, e já tive oportunidade de manifestar o meu profundo desagrado à responsável do agrupamento (by the way - pessoa pouco proactiva, deveria pensar numa reforma antecipada, nestes cargos convém estar alguém com pulso forte que lute pelas crianças e não por outro tipo de interesses). Há todo um conjunto de circunstâncias que, lamentavelmente, não funcionam. Desde as ementas, à qualidade da comida, ao modo de confeção, às funcionárias e as suas reais competências profissionais que, pelo que vou sabendo, andam ali bem próximas do zero, passando pela não manutenção de fogões (só para dar um exemplo). 

 

Isto é deprimente, uma tremenda e vergonhosa falta de respeito pelas crianças e por nós famílias que andamos atentas aos nossos filhos mais que nunca. Tem de haver constante vistoria às condições das refeições, aos equipamentos e às auxiliares que lidam com crianças. Sabemos que há claramente pessoas que não nasceram para aturar putos. Façam-se à vida. Arranjem outra profissão! Cabe ao agrupamento fiscalizar, controlar e zelar pelo bem-estar das crianças! E, ao nível dos refeitórios escolares, não me parece que o controle seja muito apertado! Não pode valer tudo só porque estamos a falar de escolas públicas. Não podemos acomodar-nos à situação e achar que é o que temos e ficar muito agradecidos porque na verdade não podemos pagar uma escola privada. Não. Não e não. Não vale tudo!

 

Ando danada com isto! Nos dias em que falo com outras mães sobre o assunto ou quando o meu filho Francisco me diz que não conseguiu almoçar, fico verdadeiramente escabreada com os incompetentes que fingem não ver o óbvio. É nesses momentos que sou invadida por uma vontade louca de ir a Sintra (nem sei bem onde) e obrigar os donos dessa tal empresa responsável pela confeção das refeições a almoçar a m#### que põe à frente dos nossos filhos! 😡

 

 

(Quanto à escola onde está a minha filha Maria, creio que ainda é cedo para tirar conclusões. Estou em fase de averiguações! Só sei que quando tinha a idade dela e andava naquela escola, a hora de almoço era definitivamente a pior do dia, mas porque eu era rapariga para comer pouco. Cheguei mesmo a odiar a Dona Graça que me obrigava a comer tudinho! Hoje acho que os meus filhos precisavam de uma senhora assim junto a eles ... reparem bem nas voltas que a vida dá 😀)

 

 

 

      Sigam o blogue no facebook AQUI e no instagram AQUI (@catiafilipasantos1) 

14 comentários

Comentar post

A Blogger

Sigam a Rapariga

Follow my blog with Bloglovin Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D