Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

Era uma vez um drone ...

que desapareceu nos céus da aldeia e passou a noite sabe Deus onde! Na manhã seguinte, regressou para junto dos seus donos pequeninos! ♥️♥️

 

Foi uma história com final feliz apesar do mau arranque de época! 

 

A história completa 

 

Numa noite de Dezembro, o pai decidiu brincar com o drone. Sozinho!

Resultado ... perdeu-o em cinco segundos!! 

Uma hora depois eu e os miúdos aparecemos em cena, só porque estava na hora do jantar e fomos saber do paradeiro do pai. Encontramo-lo no jardim e, sendo que na mão tinha o comando do drone, o que estaria ele a engendrar?! 😡

 

- Então, estás na rua? Está imenso frio aí fora? O que estás a fazer?

- Perdi o drone! Fogo, perdi o drone! Não estás a ver ... perdi o drone!

- O quê pai?

- Para de brincar ... olha que os miúdos não estão gostar da brincadeira! 

- Estou a falar a sério! E agora? Não dá sinal aqui no comando! Nem vejo as luzes dele! Meninos, perdi o vosso drone! 

- Pai, como é que foste capaz? Foi prenda do Pai Natal! (raio do Pai Natal fica com os louros e nós é que gastamos os dólares!)

- Pai, não é suposto os adultos perderem prendas das crianças! E agora, o que fazemos? (nisto já o desespero tomava conta dos meus filhos mas, eu, só mesmo eu, tinha esperança que o drone aparecesse numa manhã de nevoeiro 🙄)

- Vou procurá-lo! disse o pai convicto que se não o fizesse teria o desprezo dos filhos (e meu) para o resto da vida!

 

Estava uma típica noite de Inverno! Um escuro medonho nesta zona pois em alguns locais nem há iluminação pública! Mas o homem estava determinado em trazer o bichinho de volta para casa, dar-lhe um banho e pô-lo a dormir. Só havia uma certeza. De que estaria à distância de mais de 1km! Seria como procurar uma agulha num palheiro!

 

Enquanto o pai patrulhava a zona ... 

 

Em casa, eu os miúdos jantávamos em silêncio, estava a ser difícil aceitar a situação! Inconscientemente, eu fazia o funeral ao drone. Um ambiente terrível!

 

Uma hora depois o pai aparece ... sem o drone! Foi a desilusão geral. 

 

Na manhã seguinte, o pai, que entretanto deve ter tido uma noite demoníaca por ter feito desaparecer o presente dos filhos, saltou da cama e fez-se à estrada, neste caso, aos terrenos vizinhos, na esperança de encontrar o drone fugitivo! 

 

Eis que surge um senhor (abençoada criatura) e leva o pai até ao local onde está o nosso drone!!

UM MI-LA-GRE! 😇 

 

Parece que na noite anterior, alguém viu as luzes do drone (em agonia, suponho eu) a piscar intensamente. Agarrou nele e entregou a uma pessoa aqui de uma aldeia vizinha que também tem alguns drones. Não conheço as pessoas que tiveram tamanha amabilidade mas calculo que um dia os meus filhos vão querer conhecer ... 

 

Ao pai, que tudo sabe, que dispensa mapas, gps, videos do youtube ou até manuais de instruções, espero que tenha aprendido a lição! 

drone.jpg

Para já, não estamos a pensar brincar com ele junto ao aeroporto 😂😂😂! Possivelmente iríamos fazer grandes estragos! 

 

 

 

7 comentários

Comentar post

A Blogger

Sigam a Rapariga

Follow my blog with Bloglovin Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D