Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

A Rapariga na Aldeia

Blog pessoal de uma rapariga que vive na aldeia e às vezes vai à cidade.

"Então rapariga, como está a correr o teu blog?"

Este espaço nasceu em Dezembro passado. Apesar de ainda ser muito pequenino, já conseguiu fazer com que voltasse a sentir-me uma pessoa activa. E por activa, neste momento, entendo fazer aquilo que me dá verdadeiramente prazer, uma vez que actividades várias não me faltam! Estar activa não é ir todos os dias para um escritório triste, fazer coisas tristes e aturar chefias tristes! Chegar a casa com uma neura alucinante e pensar numa desculpa para não ir trabalhar no dia seguinte! Estar activa não é cozinhar, lavar, passar e cuidar dos filhos! Para mim, tem de ser muiiiiiittoooo mais do que isso. E foi precisamente para contrariar uma certa tendência negativa que poderia começar a alojar-se nos meus dias que nasceu A Rapariga na Aldeia. Nestes últimos meses fui "obrigada" a conversar com mais pessoas, a "puxar pela cabeça" e a sair de casa para fazer o que gosto... logo, o balanço só pode ser positivo. 

Basicamente sou chefe de mim própria, sigo a minha própria "linha editorial" ao escrever sobre o que me apetece e dentro dos prazos que me mais me convém. Tem alguns contras. O maior, é não ter um "chefe" a dar-me conselhos, dicas construtivas e diferentes perspectivas que me façam crescer um bocadinho a cada texto que escrevo. Vá, ok, sei que para muitos de vocês "não ter chefe" é uma ideia de sonho mas há gente que sabe ser chefe, que sabe ensinar...e disto confesso que sinto falta. É sempre bom termos alguém, mais experiente, que nos encaminhe, que nos dê umas linhas orientadoras, diferentes focos e que, simultaneamente, respeite o nosso registo. Ainda assim, sinto que este crescimento é muito saudável apesar de ser a um ritmo mais lento.

Espero ter respondido à pergunta do título deste post

 

10.000 visualizações é inspirador.

Obrigada minha gente. Aos que seguem A Rapariga na Aldeia, aos que gostam, comentam, partilham os posts e trocam ideias comigo, sois uns queridos. Uma palavrinha de paz aos "não seguidores" que, ao tropeçar nos meus textos, mesmo sem querer, contribuem positivamente para a minha satisfação pessoal, um beijinho no ombro e um "tá tranquilo, tá favorável". Vós também sois espectaculares mas com algumas muitas limitações! 

2 comentários

Comentar post

A Blogger

Sigam a Rapariga

Follow my blog with Bloglovin Follow

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D